Óleo de Rícino: para que serve, como usar e dicas!

3 Comentários

Beleza Simples

Óleo de Rícino: para que serve, como usar e dicas!

Left cosméticos Óleo de Ricino Mamona Como Usar no CabeloO Óleo de Rícino, também conhecido como óleo de mamona, é famoso por diversas funções de tratamento umectante nos fios e na pele. É um óleo denso, porém cheio de benefícios! Hoje queremos dividir com vocês muitas dicas sobre como aplicar corretamente o óleo de rícino nos cabelos, como usar óleo de rícino na sobrancelha, como turbinar seu shampoo com óleo de rícino e até mesmo como aproveitar tudo o que ele pode oferecer para cuidar da sua pele! Vamos explicar para quê serve o óleo de rícino no cabelo e daremos dicas de hidratação com Glicerina e Óleo de Rícino. Quer conhecer mais e pegar todas essas sugestões valiosas? Então vem com a gente pois contaremos tudinho!

 

O que é o Óleo de Rícino?

O Óleo de Rícino é extraído das sementes de mamona, que é uma planta muito comum e abundante no Brasil. Porém, devemos ter atenção e cuidado ao utilizá-lo, pois a semente da mamona pode liberar substâncias tóxicas e provocar alguma reação como hipersensibilidade e alergias.

Left Cosméticos Óleo de Ricino vem da Mamona

Mamonas ao Natural

Para que serve?

Em linhas gerais, são inúmeras as indicações do óleo de mamona:
  • para umectação capilar;
  • para resgatar a firmeza e a camada lipídica da pele (incluindo o couro cabeludo);
  • para fortalecer os cabelos;
  • para cuidar das sobrancelhas;
  • para tratar unhas e cutículas.

Por ser um ingrediente natural, o óleo de rícino também pode ser utilizado via oral em algumas necessidades. Atenção: o consumo oral do óleo de rícino pode ser um martírio, já que ele tem um gosto extremamente amargo e bem difícil de engolir! Ah, e o uso oral é somente após recomendação médica.


Benefícios do Óleo de Rícino

Já dissemos acima que o Óleo de Rícino possui sabor bem amargo. Isso é um fato bem incômodo, porém, desde a época das nossas avós ele é conhecido por oferecer diversos benefícios. Suas ações mais conhecidas são:

  • Anti-inflamatória;
  • Antioxidante;
  • Ameniza inflamações e irritações do sistema digestivo;
  • Complementa o tratamento de artrites e demais inflamações nas articulações;
  • Auxílio no tratamento da acne;
  • Fortalecimento e crescimento de cabelos e unhas;
  • Combate da caspa, seborreia, inflamações no couro cabeludo, dermatites seborreicas (e até piolho);
  • Combate a queda / quebra dos cabelos;
  • Encorpa os fios e fortalece o bulbo capilar;
  • Nutrição profunda e selagem das cutículas dos fios;
  • Nutrição e tratamento de erosões e inflamações da pele.


Deu para perceber que o rícino é o tipo de produto para usar e abusar, né? Por ser versátil, vale a pena ter sempre à mão para muitas necessidades. Agora que conhecemos mais sobre ele, que tal focarmos no uso cosmético deste ingrediente? Vamos lá!

 

Dicas para Usar o Óleo de Rícino

Diferente de outros óleos, o óleo de rícino precisa de alguns cuidados antes de ser aplicado nos cabelos ou na pele. Isso porque o peso molecular dele é muito superior à capacidade que nossos tecidos (cabelos, pele e unhas) têm de absorvê-lo.

Left Cosméticos Óleo de Ricino

Como passar o óleo de rícino no cabelo

Confira agora algumas dicas que preparamos para te ajudar a fazer uso otimizado do nosso querido óleo de rícino!


1 - Umectação revitalizante do couro cabeludo (massagem para estimular o crescimento capilar)

O óleo de rícino, por causa de sua espessura e viscosidade, é difícil de ser aplicado sozinho. Sua espalhabilidade é bem trabalhosa, porém, você pode aquecer por uns segundos no micro-ondas misturado a um pouco de óleo de coco até que fique uma mistura mais fluida. Esse tipo de “blend” é ideal para fazer massagens no couro cabeludo e realizar uma umectação fortificante, daquelas que deixa os fios bem encorpados (alô, cabelos finos!). A umectação pode ser feita à noite e enxaguada pela manhã. Se você não gosta de dormir com cosméticos no cabelo, você pode fazer no decorrer do dia e pausar por umas 2 horas (no mínimo) e, após o tempo de ação, enxaguar. O resultado é de nutrição intensa, fios encorpados, fortes, brilhantes e com o “peso” equilibrado.

Left Cosméticos Umectação com Óleo de Rícino


2 - Umectação (a clássica, no comprimento dos fios)

Já falamos sobre o mix de óleo de rícino com óleo de coco para massagear e umectar o couro cabeludo. Mas nos fios, temos um toque a mais para deixar o tratamento ainda melhor: rícino + azeite de oliva + óleo de coco. Essa combinação é imbatível no tratamento do ressecamento, porosidade, reposição de lipídeos, revitalização e brilho dos fios. E não tem segredo: basta misturar as quantidades corretas para o seu tamanho de cabelo (em partes iguais), aplicar nos fios secos e dar uma pausa mínima de 2 horas (ou dormir com a mistura mesmo). Depois, é só enxaguar e dar andamento com uma máscara hidratante de sua preferência, respeitando a pausa e o enxágue dela. Simples e faz uma enorme diferença!

Left Cosméticos Umectação no Comprimento dos fios com Rícino


3 - Nutrição (no creme)

Basta misturar uma tampinha cheia do óleo em seu creme de tratamento preferido. Essa forma de uso serve tanto para dar uma turbinada na etapa de nutrição do seu cronograma capilar ou apenas para potencializar os efeitos da máscara. E potencializa mesmo! Misture e siga normalmente o passo a passo sugerido pelo fabricante, sem muitos truques. Mas atenção: sempre faça a mistura apenas na quantidade que utilizará no momento. Não misture na embalagem nem em todo o creme, sob o risco de alterar a fórmula e estragar o seu produto.


4 - Como finalizador, técnica LOC

O óleo de rícino não é necessariamente um óleo finalizador que dê para ser usado sozinho, até porque, como já dissemos, ele é bem denso e difícil de espalhar. Não podemos deixar de dizer que ele tem ainda mais um agravante: o cheiro. Muitas pessoas não suportam o cheiro do óleo de rícino, e é legal levar em consideração sua sensibilidade olfativa na hora de escolher algum produto de finalização. Porém, misturar umas gotinhas do rícino no creme de pentear (principalmente para quem é crespa ou cacheada) pode deixar a finalização dos cabelos uma coisa de outro mundo! A definição fica muito boa, os fios ficam brilhantes e nada pegajosos, já que ele é absorvido tranquilamente quando mesclado em produtos para pentear. Saiba mais sobre a técnica LOC clicando aqui.

Left Cosméticos Técnica LOC para Cabelos Cacheados


5 - Óleo de Rícino no Shampoo

Além de poder misturar o óleo de rícino no creme de tratamento ou no finalizador, como falamos anteriormente, você pode misturá-lo ao shampoo na hora da lavagem (claro que seguindo a dica de misturar apenas na quantidade que irá usar no momento, não na embalagem inteira). Inclusive, a linha Cachos de Novela da Left Cosméticos foi pensada exatamente para proporcionar todos os efeitos de definição, brilho, nutrição e, de quebra, é enriquecida com óleo de rícino! Fica a dica.


6 - Pré Poo

Sim, já demos varias dicas e receitas de Como Fazer o Pré Poo aqui no site, mas você sabia que o óleo de rícino também pode ser usado nas receitinhas de pré-poo? Misture-o em seu condicionador favorito e deixando em pausa por meia hora antes da lavagem. Quer seja no pré-poo ou na técnica LOC, ele vai ajudar a doar mais resistência aos fios, do jeito que a gente gosta.


Óleo de Rícino ajuda a crescer o cabelo?

Muitas pessoas têm a dúvida sobre o óleo de rícino ser ou não benéfico para o crescimento capilar. Apesar de já termos dado um spoiler, fica aqui a dica de que sim: ele tem benefícios de fortalecimento, nutrição e dá mais corpo aos fios. Isso sem falar que é um aliado e tanto para purificar e equilibrar o couro cabeludo! Portanto, qualquer dica que demos acima pode ser tranquilamente aplicada nos Cronogramas Capilares pensados para fortalecer e promover o crescimento saudável dos fios. Por falar nisso, já conferiu nosso bate papo sobre Crescimento Capilar? Clique aqui e confira: seu Projeto Rapunzel agradece!


Quais outros óleos posso usar no cabelo?

A nutrição, além de ser uma etapa importante na rotina de cuidados dos cabelos, é uma das favoritas de muitas adeptas de Cronogramas Capilares ou técnicas como No e Low Poo. E não é para menos: os óleos, bem como a oleosidade natural dos fios, são importantes para a integridade, definição, brilho e força dos cabelos. Portanto, você pode sempre enriquecer cremes e fazer umectações com óleo de rícino, óleo de coco, óleo de oliva (extravirgem, SEMPRE) e até mesmo o famoso óleo de Argan. Este, apesar de já ser muito conhecido na praça, nunca deixou a realeza de lado: é perfeito, principalmente para quem gosta de leveza, brilho intenso e pontas com aspecto natural. O óleo de Argan veio mesmo pra ficar e vale a pena conhecer mais sobre seus benefícios.

 Left Cosméticos Óleo de Coco para Cabelos

O óleo de Rícino nas unhas

Além de ser muito bom para os cabelos, este óleo também pode ser utilizado nas unhas para promover a hidratação e proteção desde a cutícula até as pontas. E não é difícil utilizá-la para essa finalidade: basta massagear a região das cutículas diariamente com o óleo. Quando as unhas não tiverem esmaltadas, o óleo pode ajudar no fortalecimento e na nutrição também. Tem ainda uma utilização curiosa, mas que pode ajudar muito a quem rói unhas: por ter sabor amargo, ele pode ajudar a combater esse hábito, tal e qual as loções elaboradas para esse fim. Cuidar das unhas e deixar de roê-las? Parece uma ótima ideia! Já pensou?

 

O óleo de Rícino na Pele

Left Cosméticos Óleo de Rícino na Pele

Por ter alto poder de nutrição, ser anti-inflamatório, antibacteriano e antifúngico, o óleo de rícino pode ajudar a combater a acne, promovendo efeito adstringente. Mas nunca deixe-o sobre a pele: o ideal é aplicá-lo antes de fazer a limpeza, como uma máscara umectante. Pause por alguns minutos e, depois, prossiga com sua rotina normalmente. Ele também ajuda na reidratação de peles rígidas e/ou ressecadas. Além de tudo, ele também é um ótimo cicatrizante natural! Para usar na pele, é recomendado que sejam misturadas gotinhas do óleo em seu creme habitual, sempre na hora da aplicação e sem fazer a mistura no potinho todo. As peles maduras agradecem esse cuidado!

 

Contra Indicações

Já falamos anteriormente que o óleo de rícino, quando 100% vegetal, pode causar algum efeito de irritação e alergias. Isso porque a mamona possui uma toxina que pode ser incômoda a quem possui algum tipo de hipersensibilidade. Ele também é considerado abortivo por alguns especialistas, não sendo indicado a gestantes, puérperas ou lactantes. Por segurança, é bom que você faça um pequeno teste, aplicando uma gotinha dele na pele atrás da orelha e aguardar algumas horas para observar algum efeito. Estando tudo certo, é só usar esse óleo tão rico, versátil e querido de quem ama ingredientes naturais para cuidar da beleza!

E então, gostou de saber mais sobre o óleo de rícino? Você encontra essa belezinha para comprar em casas de produtos naturais onde o litro dele custa, em média, de R$35 a R$40 (os valores podem variar para mais ou para menos dependendo do local ou site). Na farmácia também vende (já que ele é um conhecido – e amargo – laxante) por um valor médio de R$10 por 30ml. Mas tome cuidado: compre sempre em locais de confiança e certifique-se de que a cor esteja amarelada e que o óleo esteja bem denso. Cuidado nunca é demais, não é mesmo?!


3 Comentários

  • 15 Oct 2021 Aurineia Castro

    Eu amo usar óleo de ricino
    Ele deixa meus cabelos fortes
    Meu cabelo parou de cair
    E os cachos ficaram bem definidos.

  • 15 Oct 2021 Sheyla

    Obg

  • 15 Oct 2021 Ana Caroline Santos

    Pode bota olho de rícino no creme de penter cacheado?


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados