O mundo divertido da Cor Fantasia!

0 Comentários

Beleza Simples

O mundo divertido da Cor Fantasia!

Cor fantasia no cabelo: os cabelos coloridos já deixaram de ser um tabu ou sinal de rebeldia, oba! Hoje é raro sair por aí e não encontrar pelo menos uma pessoa com cabelo colorido, esbanjando personalidade! E que bom que existem tantas cores pra gente botar alegrar ainda mais nosso estilo, concorda? Por isso, hoje vamos bater um papo sobre tintas coloridas (ou tintas em cor fantasia) e tirar as suas dúvidas!

O que são cores fantasia?

As cores fantasia, em resumo, são aquelas que possuem tons que não podem ser considerados “naturais” para os cabelos. Ou seja: toda cor que não é possível ser obtida pelo organismo. São as que “fogem ao padrão”, como rosa, verde, roxo, amarelo, azul, etc.

Só para reforçar: quando falamos em cores naturais, queremos dizer preto, castanho, loiros, etc. Ou seja, aqueles tons que podemos nascer com ele (ou obter com tinturas tradicionais).

Em geral, se consegue essas cores após a retirada da massa melanínica natural dos fios e sua reposição, mas com pigmentos sintéticos com a cor escolhida. Sim, isso quer dizer que precisar descolorir para que os fios fiquem com uma base clara ou claríssima!

quem pode usar cor fantasia no cabelo

Quem pode usar tinta com cor fantasia?

É um pouco relativo dizer “quem pode usar”. Normalmente ela é utilizada por toda e qualquer pessoa que tenha a ousadia de deixar os fios coloridos. Porém, é, claro, sempre dependerá do produto a ser utilizado e, claro, das químicas que a pessoa já tenha no cabelo. Devemos nos atentar se o fio pode ser descolorido, se alguma química anterior é compatível ou não com descolorantes ou colorações com amônia, etc.

Caso os fios estejam fragilizados ou danificados, mas em uma base de tom já clara, a melhor forma de obter uma cor fantasia é com máscaras tonalizantes livres de qualquer química (e com ativos de tratamento).

Qual a duração da cor fantasia no cabelo?

Eis outro fator interessante para abordarmos! A duração de uma cor fantasia costuma ser menor do que as cores “naturais”. Isso porque quase 100% das máscaras de cor fantasia não possuem químicas de "fixação" ou amônia (ativo responsável por "abrir" a cutícula do fio para depositar a cor).

O que pode interferir na duração da cor?

como fazer para a cor fantasia durar mais

Alguns pontos que podem prolongar ou mesmo encurtar seu período "colorido" são:

  • Porosidade do fio (cabelos porosos tendem a não segurar muito qualquer tratamento ou tonalizante);
  • Frequência de lavagem: quanto mais você lavar os fios, mais rápido eles desbotarão;
  • Uso de shampoo com sal ou sulfatos pesados: este tipo de produto realiza uma limpeza mais forte e agressiva, por isso, remove de forma mais intensa qualquer coloração. Prefira shampoos sem sal e com sulfatos leves OU comece uma rotina de cowash (leia mais aqui);
  • Secadores e pranchas: pode usar! Mas antes, aplique protetor térmico e, se possível, diminua a temperatura que costumava usar;
  • Utilizar produtos adequados para cabelos coloridos;
  • Não fazer retoques frequentes.

 

Qual a frequência de retoque em cabelos com cor fantasia?

Em linhas gerais, a matização ou retoque de cor por máscaras coloridas pode ser feita semanal ou quinzenalmente. Se desejar fazer o retoque com colorações à base de amônia, se o cabelo estiver saudável, faça mensalmente.

A descoloração para o retoque da raiz também deve ser feita com espaço de tempo seguro para a saúde dos fios (e só na parte crescida). Lembra que falamos aqui no Portal sobre corte químico? Ele pode acontecer quando há química sobre química com muita frequência).

Dica extra para manter a cor fantasia por mais tempo

Uma dica bacana para a manutenção da cor é misturar parte da máscara colorida no seu condicionador habitual. Assim, a pigmentação que vai embora com o shampoo é levemente reposta na hora de condicionar os fios. Atenção: não precisa misturar muita máscara no condicionador. É apenas para acentuar o tom a cada lavagem, não necessariamente fazer um “retoque” no banho.

Consigo fazer cor fantasia em casa?

Como todo procedimento de transformação, existem alguns cuidados que você deve tomar caso queira fazer por conta própria. A principal delas fica por conta do controle da descoloração que requer atenção e cuidado para não acabar em acidentes.

Uma vez descolorido o cabelo, vem a parte da cor. Aqui também é uma hora de atenção, já que você precisa aplicar a cor de maneira uniforme por todo o cabelo (incluindo a parte de trás) afim de evitar manchas.

Ou seja, dá? Dá! Mas com cuidado!

Se manchar a pele, o que fazer?

como tonalizar os cabelos em casa?

As cores fantasia mancham a pele muito mais do que as cores naturais! Tenha tudo à mão para evitar a “lambança”:

  • Luvas;
  • Recipiente para preparo da cor (plástico ou vidro);
  • Camiseta velha para proteger;
  • Capa (sim, em cima da camiseta velha, só pra garantir);
  • Creme facial para usar na testa, orelhas e têmporas (pescoço também) antes da aplicação da cor;
  • Piranhas ou presilhas (para ir separando e prendendo as mechas de cabelo);
  • Pincel e pente (facilita na melhor distribuição do produto).

 

Como saber o resultado da cor nos meus fios?

Quanto mais claro o cabelo ficar, mais vibrante a cor também ficará. Veja alguns exemplos:

bases e tons de loiro para colorir o cabelo

Posso e consigo mudar os tons das máscaras tonalizantes?

Sim, claro! O bacana das cores fantasia é que você pode variar bastante o tom de acordo com seu gosto. Por exemplo: você pode diluir a máscara colorida em máscara branca para obter uma nuance em tom pastel. Também é possível aplicar puro para uma cor mais vibrante e total ou mesmo misturar com máscara escura para um tom mais fechado. E, por último, dá para misturar cores diferentes para obter uma cor nova (mas existem opções no mercado que dispensam esse tipo de mistura).

Se divirta num imenso mundo de possibilidades!

O importante é experimentar, curtir, se divertir! Cada vez mais o mercado cosmético apresenta opções de cores e produtos, pesquise bem e mãos á obra!


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados