Deixando claro: cuidados para descolorir os cabelos

0 Comentários

Beleza Simples

Deixando claro: cuidados para descolorir os cabelos

Descolorir os cabelos... Ah... Mais alguém aqui, tem a chamada “síndrome de camaleoa”? Ela se manifesta dos mais diversos modos, geralmente quando queremos mudar o cabelo o tempo todo!

Quem ama mudar as madeixas se depara, no meio do caminho, com uma questão bem delicada... Como mudar o meu cabelo de cor escura para uma cor fantasia ou um tom claríssimo, como um loiro platinado? Será que dá?

Dá para mudar de cabelo escuro para platinado?

Bom, a resposta rápida é: dá sim! Porém, quando falamos de mudança de tom de escuro para claro, temos que passar pela descoloração. Descolorir os cabelos traz a necessidade de uma atenção especial! Quer saber como fazer isso com segurança e garantir resultados satisfatórios? Então continua aqui com a gente!

Para descolorir os cabelos todo cuidado é pouco!

Sim, falamos isso o tempo todo, mas nunca é demais: para toda e qualquer mudança, cuide! Cuide muito dos seus cabelos antes, durante e após toda transformação. Transformações capilares não são fáceis e oferecem diversos riscos para os cabelos, pois envolve produtos que provocam a desestruturação da fibra capilar. Alguns dos possíveis danos são:

  • quebra severa;
  • corte químico;
  • alergias;
  • aspecto ressecado e frágil;
  • opacidade e muito frizz.

 

A reconstrução capilar

O tipo de tratamento mais importante aqui é a reconstrução capilar (falamos dela aqui). Sim, reconstrua seus fios antes da química! Também adicione produtos reconstrutores à sua química para tratar durante o procedimento (exemplo: queratina líquida). Faça potentes reconstruções após a sua química, pode ser com máscaras próprias para este fim. Enfim: reponha a massa perdida antes, durante e depois, para que seus fios permaneçam fortes.

Como age o processo de descoloração

Na imagem abaixo notamos o tamanho da área que a camada melanínica ocupa (Melanina). Imagine que uma descoloração desestrutura e retira parcialmente (ou até totalmente) a camada de cor do fio. Olha a quantidade de massa que a fibra perde! Por isso as descolorações "afinam" o cabelo e o torna mais frágil e quebradiço. Reposição de massa já!

como é o processo de descolorir o cabelo

Os óleos também são importantes para cuidar de seu cabelo descolorido. Para utilizá-los sem risco de pesar ou oxidar a cor, opte por óleos leves como o óleo de coco e o de argan. Esses óleos possuem pigmentação natural leve e formam uma camada protetora na fibra.

Qual é o estado real estado de saúde dos seus fios?

Quando falamos de evitar riscos ao descolorir os cabelos, é necessário saber qual é o estado do cabelo antes do procedimento:

  • Está natural?
  • Tem progressiva (se sim, qual é o ativo de alisamento)?
  • É colorido com tintura ou tonalizante?
  • Já descoloriu seus fios alguma vez antes?
  • Se descoloriu, notou como seu cabelo responde à abertura de cor?

 

Essas perguntas são de extrema importância para entender até onde pode ir sua descoloração. Cada cabelo é uma sentença e, na colorimetria, tudo pode influenciar.

O que esperar de resultados ao descolorir os cabelos?

Nem todo cabelo descolore facilmente. Muitas coisas devem ser levadas em consideração (além dos tópicos acima) para imaginar mais ou menos o que esperar no seu procedimento. É legal conhecer os possíveis resultados para cada cor para não criar expectativas irreais e, claro, evitar decepções. Confie no seu profissional se ele disser que o seu cabelo provavelmente não aguentará chegar em tal tom, acredite!

Exemplos de resultados e dificuldades ao descolorir os cabelos

  1. Cabelos em tons mais fechados e/ou vermelhos têm uma dificuldade maior em abrir a cor. Aqui os fios precisam de água oxigenada com maior volumagem e um maior tempo de pausa com o descolorante (considere que, se seus fios estiverem fracos, isso pode ser fatal).
  2. Dependendo do tom do seu cabelo pode ser necessário mais de uma descoloração. Dê pausa de pelo menos 45 dias antes de refazer.
  3. Para quem tem fios vermelhos: paciência! Esse é o pigmento mais difícil de retirar e pode ser que você precise de bastante tempo para ver suas madeixas livres das nuances “quentes”.
  4. Em cabelos de tons mais medianos, o resultado de uma sessão de descoloração já é mais do que suficiente. Uma sessão deve clarear os fios ao ponto de deixá-los em tons loiros e/ou mais vibrantes (se for o caso).
  5. Em cabelos totalmente escuros / pretos, esses resultados podem aparecer bem lentamente. Podem ser necessárias, mais ou menos, umas 3 ou 4 sessões para os fios ficarem claros. Esse tom tende a perder pigmentação em menor intensidade (abre aos poucos). Não adianta sair do salão chateada com o profissional que não fez uma transformação de “cabelos negros como a noite” para “platinada absoluta” em uma única sessão. Na verdade, ele só está protegendo e respeitando os limites dos seus cabelos.

 

Bases de descoloração

Seguindo a tabelinha abaixo, você consegue ter uma ideia de qual tom pode aplicar no seu fio a partir da cor base.

bases de descoloração - que tom precisa para descolorir os cabelos e pintar

 

Descoloração em cima de coloração

Quem já tem os cabelos coloridos precisa de paciência também!

Imagina: há uma dificuldade gigante em descolorir cabelos em tons escuros (naturais). Se isso acontece diante da descoloração na cor natural dos fios, pense o quão difícil pode ser retirar pigmentos que não são naturais. É um processo muito mais trabalhoso e requer ainda mais cuidado!

E, claro, os resultados variam conforme a cor que foi aplicada anteriormente! Varia também se a cor foi obtida por uma coloração “reagente” (com água oxigenada) ou tonalizante... Ou seja, para não correr riscos, consulte um profissional especialista em colorimetria.

Use produtos de qualidade ao descolorir os cabelos

Pois é, isso é muito importante tanto para a descoloração caseira, quanto em salão. A qualidade da água oxigenada e a fórmula do pó descolorante a serem utilizados influenciam no resultado e até no tempo de pausa!

Em linhas gerais (e não querendo desmerecer, claro, cada um usa o que pode) as águas oxigenadas de farmácia não são pensadas para isso, por exemplo. Elas não reagem tão bem quanto um produto que foi formulado especialmente para esse fim.

Algumas pessoas até topam descolorir os cabelos com pó para descoloração corporal (pelos das pernas, braços, etc). Porém, a ação desse produto é muito diferente quando aplicado na fibra capilar.

faça o teste de mechas para evitar corte químico ao descolorir os cabelos

Atenção ao descolorir os cabelos que já tenham outras químicas!

Se você tiver químicas como progressivas, permanentes e alisamentos, os cuidados devem ser redobrados ao descolorir os cabelos! O processo, de preferência, deve ser confiado a um profissional capacitado.

Pode ser que você ouça que seus cabelos “não aguentam” passar pela descoloração e isso não é desabono para o cabeleireiro. Muito pelo contrário! O ideal é aceitar o ritmo e o plano desse profissional para você obter o resultado desejado, sem causar danos.

Atenção às químicas que são incompatíveis

Algumas químicas são completamente incompatíveis com o processo de descoloração. Sendo assim, se você utiliza algum tipo de alisamento (henê, guanidina, escovas com ativos alcalinos e afins), informe-se sobre a questão da compatibilidade entre os produtos. E isso vale para alisadas que querem descolorir ou descoloridas que pretendem alisar.

tabela de incompatibilidade entre químicas de alisamento e descoloração

E então… Agora que conhecemos os efeitos da descoloração nos fios e as diversas possibilidades e cuidados, vamos mudar um pouquinho o visual? Vamos!


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados