Cabelo liso: quais os tipos e como cuidar (dica extra sobre oleosidade)

Cabelo liso: quais os tipos e como cuidar (dica extra sobre oleosidade)

Cabelo liso: você sabia que existem alguns tipos de cabelos lisos e que os cuidados podem mudar de acordo com a naturalidade ou química que você faz nos fios? Hoje daremos várias dicas para você que ainda busca a solução perfeita para seu cabelo liso (inclusive se você quer deixá-lo mais escorrido em casa, com os cuidados do dia a dia), acompanhe!


Cabelo liso natural X quimicamente alisado

Quando falamos em cabelo liso é claro que falamos da forma dele, porém, além do formato natural (ou seja, que vem do nascimento), há a opção de chegar no cabelo liso com o uso de químicas. O natural, como o próprio nome sugere, é assim desde sempre e exige cuidados específicos, porém mais suaves. Já os cabelos alisados quimicamente requerem muita atenção e tratamento, já que existem muitos tipos de química que podem proporcionar esse resultado liso escorrido.


Algumas formas de alisar o cabelo:

  • químicas de alisamento com base mais ácida, ou seja, que agem na transformação do condicionamento do fio e dependem da ação mecânica de finalização para ter resultado (escova e chapinha após o produto químico);
  • química de base alcalina, que são “mais fortes”, já que agem diretamente na reestruturação dos fios, transformando-os desde o córtex e remodelando por inteiro, sem precisar de finalização com fonte de calor;
  • temporariamente com produtos como finalizadores sem química que auxiliam na escovação (a Left Cosméticos tem um ótimo para isso, o Liso de Bolso, clique aqui);
  • com secador (fazendo escovação) e chapinha/prancha.

Todas as formas de alisar os cabelos precisam de acompanhamento, tratamento, um bom cronograma capilar e, claro, reconstruções constantes para manter a integridade e força da fibra. O que muda é, dependendo do tipo de alisamento, a frequência de uso de produtos reconstrutores e os tipos de produtos.


Cabelo “liso ondulado” 

cabelo liso ondulado - left cosméticos

Você tem o cabelo do tipo que fica em dúvida se é liso ou se simplesmente é um ondulado “estranho”? Pois é, saiba que tem muita gente que fica em dúvida sobre a forma real dos seus fios e, nesse caso, acontece porque possivelmente seu cabelo tem duas texturas (e está tudo bem!): na raiz ele é liso e no comprimento e pontas, ondulado. Muitas vezes, a palavra “liso” pode fazer referência à textura do cabelo, muito mais do que ao formato. São fios extremamente condicionados, que tendem à oleosidade, mas que não têm necessariamente uma forma “reta”.


Duas formas de lidar com o "liso ondulado"

Para este tipo de cabelo temos duas opções: assumir o liso e utilizar produtos no dia a dia que ajudem a ficar mais “escorrido” no formato ou, talvez, tentar definir as ondas para doar mais volume no comprimento, mantendo a textura condicionada da fibra.

Para deixar o cabelo liso escorrido, não tem muito segredo: cauterizações, finalização com escova e chapinha e uso de leave-ins que promovam o efeito liso são as maneiras mais fáceis. Experimente finalizadores mais líquidos, com alto fator de proteção térmica e que auxiliem na escovação ou no efeito da fonte de calor escolhida. O Liso de Bolso da Left Cosméticos, nesse caso, é uma ótima opção.

Já para ondular o comprimento, você pode optar por leave-ins que deixem maior movimento e leveza, mas sem promover frizz. Nossas sugestões são o creme para pentear Essenciale Cachos de Novela (em quantidade ideal para finalizar, mas sem pesar) ou o Finalizador Cachos de Bolso Minerals, que ajudam até mesmo naquele efeito de ondulado de praia, sabe? Basta aplicar mecha a mecha qualquer um deles e amassar bem as pontas ao final da finalização.


Cabelo liso masculino X feminino: tem diferença?

Quem nunca ficou com raiva de ver como cabelo de homem fica com aspecto melhor do que cabelo feminino (e demandando menos esforços), que atire o primeiro pente! Pois é. E não é totalmente mito: alguns hormônios naturalmente masculinos de fato promovem um crescimento capilar mais acelerado, com fios mais grossos e com maior tendência ao brilho. Mas isso não significa muito quando falamos de cuidados: todos os cabelos precisam de tratamento (e não se engane: o boy pode usar condicionador e máscara, SIM).

O fato do cabelo masculino ser mais curto também facilita bastante, já que quanto menor o comprimento, mais fácil a oleosidade natural chegar às pontas. Ainda assim, a máxima é válida: não existe cabelo bonito e saudável sem um mínimo de tratamento, ok? Os mesmos homens cabeludos que se gabam de lindas madeixas agora, serão os que reclamarão de queda de cabelo futuramente (risos).

Cabelo liso masculino e feminino: diferenças - left cosméticos 

Cabelo liso curto X médio X longo 

Já que falamos que o cabelo curto facilita a chegada da oleosidade natural que sai do couro cabeludo às pontas, vale ressaltar que cabelos médios e longos necessitam de quantidades e cuidados especiais, também com base nesse reforço da oleosidade e hidratação. 

Quanto maior a haste, mais fácil a água e a oleosidade se perdem (principalmente da metade do fio para as pontas - e pode dar aquele aspecto que chamamos de "cabelo misto", sabe?). Então, é importante que os fios estejam sempre protegidos, com as pontas aparadas e com atenção especial a essa região para manter os nutrientes, força e movimento por igual.

Tendo como base essa informação do comprimento, fica fácil entender o porquê cortes repicados dão mais resistência e saúde aos fios, já que as pontas estão “espalhadas” e fica mais fácil manter o tratamento mais uniforme.


Cabelo liso “morena iluminada” 

Essa é técnica que surgiu há alguns anos veio mesmo pra ficar! Ela permanece sempre em alta na moda porque é a nossa cara: mistura tons castanhos e tons mais claros, que combinam tanto com nosso inverno tropical quanto com os dias mais quentes. É um efeito de coloração que irradia brilho! Nessa técnica os fios são descoloridos em pequenas mechas, quer seja desde a raiz, quer seja da metade para as pontas, para mudar e iluminar o rosto, refletindo muita luz e sem perder a naturalidade ou ficar muito “radical”. É a técnica perfeita para quem quer arriscar uma mudança, mas quer ir aos poucos para sentir a variação de cores e todas as possibilidades de luz em contraste com o tom de pele.

Se você é do time das “morenas iluminadas” ou se fez qualquer outro tipo de descoloração, saiba que os cuidados com o cabelo liso após a química devem mudar. Isso porque o descolorante faz o fio perder muita massa, que precisa ser reposta e mantida no pós química. E a necessidade é ainda mais intensa se você transformou a cor e também alisou os cabelos! Por isso: capriche em um Cronograma Capilar com ênfase em reconstruções frequentes e umectações poderosas, para manter os fios mais íntegros e fortes. Antes de fazer a transformação, certifique-se também se a química de alisamento é compatível com a química de coloração, afinal, queremos ficar lindas, mas não queremos um corte químico, não é verdade?! Na dúvida, sempre faça suas transformações com profissionais qualificados, especializados e da mais alta confiança!

Quanto aos cuidados na rotina, é importante fazer uso de shampoos bem suaves e que sejam dedicados a cabelos coloridos ou tingidos. Na Left Cosméticos, a linha Ouro Nobre (da Minerals) é excelente para esse tipo de cuidado, além de adicionar camadas de brilho e reconstruir as madeixas após os procedimentos de transformação. 

cabelo liso morena iluminada - left cosméticos Cabelo liso no estilo "Morena Iluminada": com poucas mechas e tons mais quentes confere uma elegância extra ao visual.


Como deixar o cabelo bem escorrido em casa

Apesar de muita gente ter o cabelo liso natural, quem tem tendência a frizz, ondas ou tem os fios lisos com ajuda de químicas quer manter o cabelo bem escorrido, de forma fácil e caseira, não é mesmo? Para isso, você precisa seguir alguns passos básicos nos cuidados diários, como um Cronograma Capilar reforçado para o seu tipo de cabelo e o uso de alguns ingredientes específicos em misturinhas caseiras, como a babosa, o D-pantenol líquido, o mel, o leite e até mesmo a adição de vinagre de maçã em dias de reconstrução. Todo ingrediente que vise o condicionamento dos fios, é bem-vindo!

Com o uso de ativos condicionantes e produtos de qualidade você perceberá que o efeito liso escorrido vem (e vem de maneira duradoura).


Os melhores shampoos para cabelos lisos 

É de extrema importância que a lavagem dos cabelos lisos e, principalmente, dos cabelos alisados, seja feita da maneira correta. Isso porque esse tipo de cabelo precisa de higienização constante, porém suave. Sabemos que é lenda que lavar os cabelos alisados com progressiva, por exemplo, danifica o efeito da química. Mas pela fragilidade que a mesma causa aos fios, é bom que o produto tenha fórmula balanceada e suave. Cabe frisar sempre que o cabelo naturalmente liso e o cabelo alisado quimicamente possuem necessidades específicas e diferentes, o que implica critérios corretos na escolha do shampoo para o seu tipo de cabelo. O único ponto em comum é exatamente o que dissemos: a fórmula de limpeza deve ser bem delicada, que não agrida o fio e nem retire a química (se for o caso) ou leve embora mais nutrientes do que o necessário. Na Left Cosméticos, por exemplo, a linha Essenciale Liso de Modelo foi formulada para cuidar dos fios exatamente assim: com delicadeza e tratamento profundo, desde a lavagem. Experimente!

Para fios com químicas de alisamento (quer seja de base alcalina ou de base ácida, como as progressivas) o co-wash também é muito indicado. Não conhece a técnica ou quer saber mais sobre como funciona? Então clique aqui e confira um artigo especial, dedicado ao assunto. 

Esse tipo de lavagem feita com um condicionador específico ajuda a retirar sujeira, mas mantém as cutículas seladas e a hidratação e nutrição dos fios mantida. É uma ótima opção para intercalar com as lavagens com o shampoo tradicional (sem falar que ajuda a manter os efeitos da química por muito mais tempo). Apenas tenha cuidado na escolha do produto, já que não é todo condicionador que pode ser utilizado para essa finalidade.


Por que cabelos lisos são mais oleosos?

É comum que uma pessoa que acaba de alisar os fios perceba que alguma coisa mudou drasticamente: a oleosidade! Isso não acontece apenas com quem faz químicas, é claro, mas eis uma máxima sempre presente nessa rotina de fios escorridos. E sempre fica a dúvida: por que será que os cabelos lisos têm mais tendência à oleosidade?

O spoiler da resposta nós já demos ali em cima: é por causa do tempo que a oleosidade natural do couro cabeludo leva para chegar até as pontas. Em um cabelo cacheado ou crespo, esse óleo que se desprende da raiz dá várias voltinhas até que consiga chegar ao fim do fio (e muitas vezes precisa de umectação e nutrição caprichadas para facilitar ou complementar esse processo). Já nos cabelos lisos, ela se sai do couro cabeludo e cai em linha reta, de maneira bem mais rápida, até as pontas dos fios.

Veja nosso texto completo sobre como cuidar de cabelos oleosos.


Como diminuir a oleosidade em cabelos lisos?

Para controlar a oleosidade em fios lisos, basta tomar alguns cuidados:

  • não aplicar condicionador ou produtos cremosos na raiz dos fios;
  • não mexer nos fios o tempo todo (excesso de toque ou manipulação dos cabelos ativa a oleosidade);
  • priorizar o uso de finalizadores líquidos ou com fórmulas bem leves;
  • usar reparadores de ponta siliconados ou com óleos leves (como o óleo de argan);
  • fazer uma limpeza detox a cada 15 dias;
  • utilizar toucas ou fronhas de cetim para dormir;
  • primar por produtos específicos para o seu tipo de cabelo;
  • manter um cronograma capilar com foco em hidratação e reconstrução;
  • passar um jato de ar frio ao final da finalização com fontes de calor (para resfriar os fios e ajudar na selagem das cutículas).

Tomando cuidado e usando os produtos certos, seus cabelos tendem a manter o aspecto saudável, mas sem pesar ou pecar na atenção à oleosidade. Se quiser mais informações e dicas, confira nosso post especial para cabelos oleosos. Contamos em detalhes muito mais sobre cuidados específicos por lá.


E aí, curtiu nossas dicas? Ficou com alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!


Related by tags


    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios*

    Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados